Comprar online é sempre uma atividade que requer alguns cuidados, entre outros motivos, devido às fraudes que podem acontecer. Sendo assim, pesquisar bem onde você vai fazer suas compras e adotar pequenas atitudes de segurança cibernética podem fazer toda a diferença para você. Pensando nisso, criamos este artigo para te ajudar com algumas questões, por exemplo, como saber se site é seguro, entre outras coisas. Quer saber mais? Confira abaixo! 

cliente tomando cuidado para evitar fraudes nas compras online

DICA 1: Antes de comprar, conheça a empresa

Hoje em dia, muitas empresas não possuem representação física (lojas), existem apenas no mundo virtual, são as chamadas e-commerce. Essas lojas, normalmente, são bastante jovens e algumas delas ainda não possuem consolidação no mercado. Por esse motivo, uma das principais dúvidas dos consumidores é: como saber se um site é seguro e que eu posso fazer minhas compras nele?

Em primeiro lugar, antes de pensar em comprar algo em, conheça a reputação da empresa. Para isso, é muito simples, basta que você converse com pessoas que já compraram nela. Nesses casos, se você não conhecer quem já fez isso, não se preocupe, basta entrar na página no reclame aqui e ver o que os clientes estão falando sobre a empresa e se eles recomendam que você faça negócio com ela.

Além disso, outra coisa que deve ser levada em consideração para provar que a empresa é segura são os dados comerciais dela. Para isso, é muito importante que você verifique se ela oferece um CNPJ (e se o CNPJ é verdadeiro), se ela possui canais de atendimento para os clientes (muito interessante que você cheque se esses canais estão funcionando) e outras coisas que provem que essa é uma empresa séria.

Depois disso, antes de fazer compras pela primeira vez em um site, é muito importante que você conheça ela e veja como ela funciona. Isso porque, hoje em dia, existem plataformas que são apenas intermediários da transação entre você (o cliente) e outra loja (o vendedor). Sendo assim, além de precisar ter o cuidado em saber se a plataforma é confiável, você precisa saber se o vendedor também é.

DICA 2: Siga alguns protocolos de segurança

Depois de ver se a empresa que você escolheu para comprar é confiável, ou seja, se ela vai entregar corretamente o seu produto, antes de comprar, é muito importante que você siga alguns protocolos de segurança para transformar a sua experiência em algo mais seguro. Isso porque, apesar de a loja ser confiável, pode existir alguma falha na segurança do seu computador, da sua internet ou de coisas do tipo que podem facilitar com que você seja hackeado(a).

Sendo assim, para não correr esse risco, siga as seguintes dicas:

  1. Só faça compras em aparelhos que você confia. Por exemplo, o seu próprio telefone celular ou computador (evite usar aparelho de terceiros, pois pode ser que você seja vítima de algum ataque virtual);
  2. Não utilize redes públicas de internet para fazer suas compras. Por exemplo, na rua, internet de restaurantes, praças, bibliotecas ou locais similares, pois isso pode te deixar vulnerável a ataques virtuais;
  3. Todos os sites que oferecem transações comerciais devem ter certificação digital para que os clientes se sintam mais seguros. Portanto, quando entrar no site, antes de fazer a sua compra, busque pelos selos que atestam que a empresa tem o certificado digital;
  4. Atente para o url do site (o endereço eletrônico). Isso porque apenas sites autorizados a fazer comércio eletrônico possuem o “https” no começo do site, ao contrário de outros que começam com “http”;
  5. Verifique a qualidade do site: empresas sérias e comprometidas com a qualidade costumam pagar para que profissionais façam os textos, o site e as imagens que postam. Portanto, se você encontrar um endereço eletrônico com erros de português (ou até mesmo de digitação), imagens com baixa qualidade e coisas do tipo, desconfie;
  6. Mesmo que você esteja fazendo compras em sites de lojas conhecidas, tenha cuidado, pois, existem golpes nos quais os criminosos imitam o site de marcas conhecidas para aplicar golpes. Portanto, antes de fazer a sua compra, confira o URL (endereço eletrônico) da página;
  7. Ao fazer o seu cadastro em um site de vendas, não repita alguma senha que já foi usada em algum outro cadastro seu, por exemplo, não repita a senha do seu e-mail;
  8. Sempre deixe o seu antivírus ativo e atualizado;
  9. Não forneça suas informações pessoais por e-mail nem por telefone;
  10. Não faça download de arquivos no site;

DICA 3: Tome cuidado com promoções falsas

Quem não gosta de uma boa promoção? Especialmente nos dias de hoje, período no qual a crise financeira reduziu drasticamente a capacidade de compra dos brasileiros, antes de adquirir alguma coisa, os clientes esperam por uma promoção. No entanto, quando a promoção é boa demais para ser verdade, é preciso desconfiar, pois, pode ser que seja fraude. Sendo assim, tome cuidado: cheque todas as informações da empresa que está oferecendo a promoção e confira se ela é realmente verdadeira.

DICA 4: Sempre que fizer uma compra, guarde os comprovantes

Vamos simular o seguinte cenário: você fez uma compra na internet em um site que nunca ouviu falar, mas que, aparentemente, é seguro. Em todos os casos, pelo sim e pelo não, o que você deve fazer para se resguardar é guardar o comprovante de compra que foi emitido pela empresa (e, de preferência, alguma nota fiscal eletrônica). Isso porque, caso seja necessário entrar com alguma ação judicial, você vai ter alguma prova de que a compra e o pagamento foram efetuados.

DICA 5: tome cuidado com as redes sociais

Um dos principais lugares em que as pessoas caem em golpes são as redes sociais. Isso acontece devido ao fato que, por ser um ambiente em que elas estão acostumadas e, teoricamente, cheio de pessoas conhecidas, os usuários acabam baixando a guarda para que as quadrilhas façam o seu trabalho, roubar dinheiro e aplicar golpes de estelionato.

Portanto, para evitar esse tipo de coisa, é bom ficar atento. Por exemplo, uma das formas mais comuns de golpe é através de links maliciosos que colocam vírus no seu dispositivo (seja ele computador ou celular) e roubam as suas informações pessoais, informações de bancos, além de diversas outras coisas. Portanto, para evitar esse tipo de coisa, evite ao máximo clicar em links na internet, mesmo que ele tenha sido enviado por algum amigo.

Além disso, outra forma de golpe nas redes sociais é através de suposta lojas com milhares de seguidores, mas que nunca entregam os produtos vendidos. Infelizmente, esse tipo de golpe ainda acontece nos dias de hoje devido ao fato de que as empresas podem comprar seguidores, curtidas ou até mesmo criar um engajamento falso pagando a influenciadores digitais para divulgar a marca. Em todos os casos, desconfie.

Cai em um golpe, o que eu faço?

Se, infelizmente, você não conseguir se manter livre de um golpe, procure fazer uma denúncia. Para isso, é muito importante que você tente manter a calma e junte as provas de que foi vítima do golpe, por exemplo, o endereço que os criminosos usaram, o número de telefone deles, o nome de algum deles, número de conta bancária ou qualquer print que você possa juntar. Depois, basta ligar para o PROCON através do número 151.